O segredo dos “Caderninhos de Vida”

Por Viviane Luckmann Publicado em: 30 de março de 2016 às 17:00.

Tags: segredo, caderninhos, vida,

A colunista Viviane Luckmann resgata o hábito de escrever um diário e ainda fala sobre como ele pode auxiliar no autoconhecimento

Desde pequena tive o hábito do antigo diário. Colocava todas as coisas que aconteciam do meu dia a dia. Revistas como a Capricho eram alvo de recortes para abrilhantar ainda mais os meus dias através do meu amigo de folhas.

 

O tempo passou… E como sempre amei escrever, senti saudades de ter um amigo para toda hora. Ao iniciar cursos de autoconhecimento, comecei a colecionar caderninhos ao estilo diário que muito me auxiliam e me fazem refletir. Consequentemente crescer.

 

O primeiro e até hoje usado caderno que mais uso é o Diário do Crescimento.  Uso até antigas agendas para esse papel. Antes de dormir coloco ali tudo que me incomodou, ou de alguma forma mexeu comigo. Tanto de forma positiva como negativa. É impressionante que positivamente tenho o hábito de escrever tão pouco… Já o polo contrário… São páginas e páginas. E desta constatação fiz do limão uma limonada: quais os sentimentos envolvidos, onde realmente “cutuca” e por que. Em PRH (Personalidade e Relações Humanas) costumamos chamar de reações desproporcionadas repetitivas. Isto é, fazemos sempre a mesma coisa, e nos incomodamos sempre da mesma forma. Só percebendo isso para fazer esta roda negativa parar de girar. Se dar conta é a grande jogada.

 

Este exercício diário me ajudou a “esvaziar o copo”. Colocar no papel, refletir e analisar foi um trabalho de formiguinha, mas muito me fez pensar sobre a minha vida.

 

Para sanar a questão de não ressaltar o positivo do meu dia a dia, recentemente foi me apresentado o caderno da gratidão. Uma técnica de coaching que prevê fortalecer esse sentimento de forma diária das maravilhas da sua vida. Podem ser pequenos detalhes, podem ser grandes conquistas… Tudo tem seu ponto bom a ser homenageado. Sentir essa gratidão começa a restabelecer uma relação de alegria consigo mesma.

 

Esses hábitos se tornaram tão necessários, que ao passar por uma situação difícil, eu recorro ao meu diário de crescimento como um amigo para desabafar. Esta técnica tornou-se uma forma de me autoanalisar e pensar com mais clarezas em meus dilemas.

 

Confesso que o agradecer ainda tenho que trabalhar mais… Quem sabe começo por aqui, agradecendo de coração por ter uma leitora minha, lendo este texto, até o fim!

 

Viviane Luckmann

 

Deixe seu comentário



Assista aos programas