Thalita Rebouças: uma escritora fofa e determinada

Por _BemFeminina Publicado em: 10 de agosto de 2013 às 18:20.

Uma jornalista formada, louca por vírgulas, com muita imaginação e histórias para contar, exímia defensora da leitura e da diversão. Essa é Thalita Rebouças, uma carioca da gema que conquistou o carinho das adolescentes com seus livros.

Uma jornalista formada, louca por vírgulas, com muita imaginação e histórias para contar, exímia defensora da leitura e da diversão. Essa é Thalita Rebouças, uma carioca da gema que conquistou o carinho das adolescentes com seus livros. Ela surpreendeu-os desde a primeira Bienal do livro do qual participou, onde assobiou, subiu na cadeira, fez polichinelo, até que o seu “Traição entre amigas” fosse bem vendido. E ela não chamou atenção apenas na Bienal, afinal, adotou o “pagar mico” como forma de crescer na carreira e conquistar seus sonhos. Hoje, depois de mais de um milhão de cópias vendidas dos seus livros, e com passagens pelo “Programa do Jô” e no “Vídeo Show”, onde atuou como repórter de um próprio quadro, e com o seu musical “Tudo por um Pop Star”, coloca o mundo como seu limite e deseja deixar sua marca pela Europa.

Thalita Rebouças é uma das maiores escritoras infanto juvenil do país. Escrevendo para adolescentes, na faixa etária dos 13 anos, já vendeu mais de um milhão de exemplares dos seus livros: “Fala sério, filha!”, “Era uma vez minha primeira vez”, “Ela disse, ele disse”, “Fala sério, professor!”, “Fala sério, amiga!”, “Fala sério, pai!”, “Traição entre amigas”, “Tudo por um pop star”, “Fala sério, amor!”, “Tudo por um feriado”, “Fala sério, mãe!”, “Tudo por um namorado”, “Uma fada veio me visitar” e seu lançamento: “Adulto sem filtro”. Ela se autointitula fofa, e não é que é fofa mesmo? Confira abaixo a super entrevista, exclusiva para a Bem Feminina, desta escritora que conquistou fãs até mesmo em Portugal, onde seus livros já estão sendo traduzidos.

 

Revista Bem Feminina - Qual a sensação de ter fãs que demonstram tanto carinho por você?

 

Thalita Rebouças - É maravilhoso! Com 25 anos publiquei meu primeiro livro “Traição entre amigas”. Imaginava que este livro seria lido por meninas entre 17 e 19 anos. Para minha surpresa o livro conquistou um público mais novo, meninas com 13,14, 15 anos! Percebi que as adolescentes gostavam muito do que eu escrevia, então não pararei mais. É muito prazeroso escrever e me relacionar com esta faixa etária. Adolescente não faz social à toa, quando diz que gosta é porque gosta mesmo, quando te abraça, te abraça de verdade. É um público exigente e eu me sinto privilegiada por fazer companhia para esta galerinha numa fase tão complicada e receber tanto carinho deles.

 

Revista Bem Feminina- Como é a receptividade dos adolescentes do interior do país?

 

Thalita Rebouças - Melhor ainda que nas cidades grandes. As pessoas do interior são carentes de eventos culturais, então eu recebo um carinho mil vezes maior, abraços intermináveis, cartinhas... É emocionante viajar para o interior.

 

Revista Bem Feminina - Qual etapa você considera que foi a mais importante para chegar ao patamar que você está agora?

 

Thalita Rebouças - Todas as etapas na minha carreira de escritora foram importantes. Desde o primeiro livro publicado até hoje, tive que ir galgando cada degrau com muito trabalho, perseverança e alegria. Mas costumo dizer que bienal, para um autor, é como final de campeonato para um jogador de futebol. É sempre emocionante! (rs) As bienais marcaram muito a minha carreira e é impossível não me emocionar. Desde a minha primeira bienal, a do Rio, em 2001, com meu primeiro livro. Naquele momento descobri que não precisava ficar apenas esperando os leitores surgirem na minha frente e subi em uma cadeira para chamar atenção para o meu livro. Deu muito certo e mudou minha vida!  Na Bienal do Rio de 2005 pela primeira um livro meu chegou à lista dos mais vendidos.  A repercussão de Fala Sério, Mãe! foi muito bacana. Eu me lembro até hoje da empolgação da minha editora chegando ao estande com o jornal aberto! Foi muita emoção! Na Bienal do Rio de 2011, exatamente dez anos depois da primeira bienal, vi uma multidão de leitores esperando horas na fila por um autógrafo, gritando o meu nome, levando cartazes e tanto carinho...! O meu coração fica agitado sempre! (rs)

 

Revista Bem Feminina - O que você acha de trazer o seu musical para Divinópolis? 

 

Thalita Rebouças - Adoro a ideia. Meu desejo é levar o musical para cada pedacinho do Brasil!

 

Revista Bem Feminina - Quais são os planos para o futuro?

 

Thalita Rebouças - Não vejo a hora de ver meus livros sendo traduzidos para outros países da América Latina e Europa. Quero mais traduções, adaptações, mais livros... Enfim... mais estrada pela frente!   

 

Revista Bem Feminina- Qual seu livro preferido? (um que escreveu e um de cabeceira)

 

Thalita Rebouças - O meu livro preferido é Uma Fada Veio me Visitar. Ensaio sobre a Cegueira, do genial José Saramago, é o livro que mais marcou a minha vida.

 

Revista Bem Feminina - Você se considera vaidosa? O que faz no dia a dia?

 

Thalita Rebouças - Sim, eu me considero vaidosa! (rs) Não vivo sem um creminho!  E estou sempre interessada em maquiagem! No dia a dia procuro manter uma rotina de atividade física, me alimentar bem, evitar comer muitas besteiras, tento beber bastante água e ter bom humor com a vida! (rs). 

 

Revista Bem Feminina- Como você faz em lançamentos de livros em Portugal? Leva uma maquiadora própria ou você mesma se arruma? 

 

Thalita Rebouças - Imagina! Eu mesma cuido disso! Costumo dizer que se não fosse escritora adoraria ser maquiadora. Me dá muito prazer não só me maquiar como maquiar as amigas! E, modéstia à parte, maquio bem direitinho! (rs) . Também consigo dar conta sozinha das minhas madeixas! 

 

Revista Bem Feminina - Deixe uma dica de beleza para as suas leitoras.

 

Thalita Rebouças - O bom humor é um elixir de beleza. Sorrir para vida e lutar pelos nossos sonhos nos deixam mais bonitas. Além disso, usem filtro solar! Sempre!

 

Deixe seu comentário



Assista aos programas